Entretenimento

Ultimas Noticias

A massa de ar frio deverá atuar, também, nos setores oeste e centro-oeste do Estado durante o final de semana, com padrão de queda das temperaturas menos acentuado. Apesar da frente fria abranger os setores sul-sudoeste e também oeste e centro-oeste do Amazonas, conforme o Sipam, a massa não deve avançar sobre a capital Manaus. Segundo o órgão, as temperaturas devem se manter conforme o previsto para o 'verão amazônico'.

Casal Anderson Barbosa Monteiro e Vanderlania Araújo, e filho dela, Matheus Souza, de 16 anos, foram encontrados mortos. — Foto: Divulgação

Peritos da Polícia Federal apreenderam uma cápsula de arma de fogo que pode ajudar a identificar a autoria do assassinato de três ribeirinhos que viviam na região de Nova Olinda do Norte, no interior do Amazonas. Os corpos deles foram encontrados no dia 11 deste mês, no Rio Abacaxis, região que enfrenta onda de violência nas últimas semanas.

Foram encontrados os corpos do casal Anderson Barbosa Monteiro e Vanderlania Araújo, e do filho dela, Matheus Souza, de 16 anos. Outras seis pessoas também foram mortas na região nas últimas semanas, incluindo dois policiais. A PF investiga denúncias de abusos policiais, por conta de uma operação contra o tráfico de drogas realizado na área.

Conforme as investigações, a cápsula foi retirada do corpo de um dos ribeirinhos e foi possível identificar a numeração. A partir daí, a polícia deve descobrir de qual arma saíram os tiros e quem estava com ela.

No dia 5 deste mês, o corpo do indígena Josimar Moraes Lopes, da etnia Munduruku, foi encontrado com tiros próximo da comunidade, no rio Mari Mari. O irmão dele está desaparecido.

Moradores fotografaram uma lancha da Polícia Militar (PM) logo após ouvirem os disparos. Uma indígena da mesma etnia, de identidade preservada, disse que moradores da região relataram que ouviram seis disparos.


Nenhum comentário